Transformar uma paixão em negócio e ter um bom vício. Que tal?
Diana Morgado | abril 24, 2018

Você é viciado? Essas três simples palavras fazem com que muitas pessoas se sintam desconfortáveis. A tendência humana é assumir automaticamente que a pergunta se refere ao consumo de narcóticos ilegais ou se engajar em comportamentos de alto risco com consequências potencialmente fatais. Em muitos casos, a palavra “vício” tem conotações negativas. Mas ao longo do espectro de negócios, ser viciado à emoção de construir um novo negócio em busca do sucesso pode trazer diversas oportunidades.

O empreendedorismo incentiva – e até recompensa – aqueles com “personalidades viciantes”. Essa mentalidade única pode levar a novas estratégias, serviços, produtos e oportunidades financeiras lucrativas. O progresso nas empresas: como a Netflix, a Apple, Amazon e Tesla é resultado de culturas focadas em melhoria e inovações.

Abrir seus braços e mente para abraçar a busca incansável do sucesso empresarial pode produzir resultados positivos. Esteja avisado: Adquirir esse tal vício positivo não é nada mais fácil do que criar uma empresa sustentável. Ao longo do caminho, você vai enfrentar desafios: como a garantia de capital inicial, encontrar funcionários de confiança, fomentar o apoio familiar necessário, desenvolver um negócio viável, etc. Mas com disciplina, você pode alcançar seus objetivos. Espere o melhor e mas saiba que o pior também pode acontecer.

Aqui estão três passos que você pode seguir:

Passo 1: Misturar paixão (s) com negócios.

É possível ter mais de uma área de interesse intenso em sua vida. No entanto, se sua intenção é criar um vício para o sucesso nos negócios, é essencial se concentrar em uma paixão de cada vez. É assim que você pode construir pontes de produtos para serviços e gerar lucro.

Você pode identificar sua paixão examinando as atividades que você gosta. Talvez você seja um ótimo artista e possa achar uma solução ou melhor plataforma para vender sua arte e de outros. E se você está em dúvida como conectar a sua paixão com uma ideia de negócio, pergunte aos mais próximos o que eles acreditam ser as seus melhores habilidades. Suas respostas podem surpreendê-lo.

É importante notar que a paixão por si só não cria sucesso nos negócios. Mas muitas vezes é o ponto de partida para projetar um plano de negócios bem estruturado. Afinal, incorporar seus interesses mais profundos com seus produtos ou serviços.

Passo 2: Questione todos os dia.

Essa tarefa simples é essencial para converter problemas em soluções lucrativas. Identifique as questões que se sobrepõem aos seus negócios e vida pessoal e integre-as como um mantra para começar todas as manhã.

As perguntas que testam os pontos fortes e fracos do seu mercado podem ser excelentes ferramentas para aplicar em sua vida comercial. Para assuntos pessoais, as perguntas devem ser focadas na melhoria individual – as respostas corretas ajudam você a se tornar um parceiro, amigo ou pai mais atento. Responder essas perguntas diárias pode revelar estratégias que se aplicam a realizações empreendedoras e pessoais.

Passo 3: Ouça o seu mercado.

Observe os comportamentos humanos e crie metas específicas. Tenha seu momento e diminua a velocidade. Ouça as necessidades e desejos de seus clientes, familiares e amigos com a intenção de compreendê-los de forma mais plena. Qual é a melhor solução? A porta de entrada para todo o sucesso começa com a clareza de um problema, criando um plano e agindo em direção ao que você acredita ser a melhor solução. Ouvir o mercado pode desencadear as conexões necessárias entre sonhar com sucesso e crescer viciado em um trabalho que tem o potencial de produzir bom impactos e resultados.

Diana Morgado
Sobre o autor: Diana lidera o time de internacionalização do SmartBusinessPlan, a ferramenta que ajuda no sucesso de todos e em qualquer lugar do mundo. Dê uma olhada e teste agora seu plano de negócios.

Artigos relacionados

Que tal começar a escrever seu Plano de Negócios?
Teste SmartBusinessPlan hoje, grátis! Isso mesmo, sem custos.