Como ter certeza antes de fechar negócio: Franquias.
Diana Morgado | agosto 22, 2016

O caminho para a independência profissional é cheio de riscos. Empreendedores precisam, portanto, procurar uma maneira de minimizar as dificuldades que encontrarão no caminho. Seja fazendo um plano de negócios bem organizado, ou pesquisando ao máximo antes de se tornar um franqueado de alguma rede.

Pessoas que se protegem ao máximo de riscos, tendem a procurar uma franquia de sucesso para que possa investir e transformar em lucro. Ao contrário da fundação de uma empresa, muitas redes de franquia já possuem uma marca estabelecida e um lugar no mercado. Mesmo aqueles sem conhecimento especializado na área da franquia podem se aventurar na oportunidade de ter seu próprio negócio.

Como acontece com coisa que soa muito bom para ser verdade, existem diversas redes de franquias que não são 100% honestas e acabam atraindo investidores sem preparação para tirar vantagens. Para evitar cair nessas armadilhas, juntamento em uma lista alguns dos métodos fraudulentos utilizado e o que pode ser feito para reconhê-los. Nem todos os sinais vão automaticamente sinalizar que alguém está tentando passar a perna em você, por isso, é necessário verificar os casos individualmente.

Informações

Ainda existem franquias que recrutam seus franqueados com panfletos, ainda que uma minoria. Grande parte do negócio de franchising tem um website online. Um franqueador confiável tem um website bem conservado, onde é fornecido o material informativo e suas regras. Informações básicas devem ser facilmente acessíveis e suficientes para que o empreendedor tenha uma visão geral do mercado, do modelo de franquia e seus custos. Às vezes, esta informação está após o registro no website, deixando o processo um pouco mais complicado. O empreendedor deve ter o máximo de informações sobre o serviço/produto antes de precisar compartilhar qualquer informação pessoal. Mas ok, talvez essa seja uma medida de marketing – não faz do site uma fraude.

No entanto, é bom ficar com a pulga atrás da orelha quando você não encontra as informações básicas da rede de franquias – ou se pedirem seus dados pessoais para conversar em confidencial. Fique de olho!

O conteúdo do site deve ser atual e completo. Se você achar que a página foi construída às pressas e com pouco dinheiro, considere como um sinal de alerta.

Entrando em contato

Você encontrou uma franquia interessante e está convencido o bastante para investir seu dinheiro. Então, o primeiro passo é entrar em contato com o franqueador. Idealmente, o local para uma primeira reunião seria na loja principal da franquia. Lá, você poderá ver como a empresa opera, o tamanho do local, a quantidade de funcionários necessários, etc.  Caso seja em um escritório, tente agendar uma visita em alguma das franquias para ver esses detalhes. Isso dará uma visão mais realista e a confiança necessária para ver que você não está entrando para uma “franquia fantasma”.

Caso seja uma franquia que ofereça um produto ou serviço e não tenha uma loja física, pesquise na internet e se informe ao máximo. Veja os números, rendas, investimentos, histórias de outros franqueados dessa rede, etc. Não se deixe levar por histórias perfeitas quando o investimento for alto. Pesquise e depois pesquise um pouco mais!

Não caia no papo

Algo bastante comum que acontece em franquias não tão honestas é o uso de funcionários que prometem “Deus e o mundo” e que aquela é a melhor coisa que poderá acontecer na sua vida. Em algumas circunstâncias, o franqueador não está vinculado às promessas feitas pelo funcionário. Isso pode se tornar um grande problema com um jogo de culpa e de disse-que-não-disse.

Não caia nessa.

Franquias organizadas possuem funcionários que cuidarão dos novos franqueados. Estes respondem diretamente para a central da empresa. Para distinguir os comportamentos entre um funcionário sério e um que está tentando ‘vender gato por lebre’, analise:

  • O conceito foi bem explicado?
  • As respostas estão sendo respondidas baseadas em fatos e números?
  • Ele possui uma apresentação e caso não tenha alguma informação, entra em contato com a empresa central?

Fique de olho no contrato: normalmente contratos de franquias são extensos pois selam e regulamentam a cooperação entre franqueado e franqueador por um período já informado. Verifique se o contrato for muito simples ou se você for pressionado para assinar sem antes ler com calma, não o faça. Um consultor de uma franquia respeitável irá aconselhar sobre o contrário, para você ler o contrato e analisar em paz.

Hora da assinatura

Caso você não seja um advogado, pode ser interessante considerar que o contrato seja verificado por um especialista. Porém, algumas questões-chave já podem ser analisadas por você:

  • Duração e cancelamentos: Deve ser apresentado claramente os detalhes sobre o tempo de utilização da marca do franqueador e seu apoio. Além disso, como lidar com o fim do contrato. Por exemplo: É possível prorrogar o contrato existente? Quais são os direitos e obrigações se decidir não renovar o contrato? O que é feito na terminação do contrato?
  • Território: concorrência territorial é um fator importante. A área que você quiser utilizar para sua franquia deve ser regulada. Quando o franqueador tiver controle sobre isso, significa também que você não terá problemas em abrir uma loja do lado ou a 100 metros da mesma franquia. O franqueador deve dar esse tipo de garantia, por isso, não confie naqueles que negarem isso.
  • Concorrência: Os franqueadores podem limitar seus contratos desde o início, desde como você vende seus produtos até o preço. Para evitar a concorrência interna na franquia, o melhor é que os preços sejam controlados.

Como você pode ver, o contrato de franquia é um documento muito complexo. E esses só são alguns exemplos (bem) básicos. Por isso, para verificar e ter ainda mais certeza é indicado contratar alguém de confiança antes de assinar qualquer documento.

Conclusão

O fato é que a franquia apesar de ter seus perigos, assim como todo empreendimento, é um sistema que funciona bem. Quando bem planejado e organizado é uma forma de tornar pessoas empreendedoras sem que tenham que passar por todo o processo de criar um novo produto/marca/mercado.

Os truques que podem existir no mercado só irão ter efeito naqueles que tiverem pressa e pouca informação. Hoje com a internet, é possível se aprofundar bem mais nas pesquisas e até localizar outros franqueados para a troca de informação. A partir daí, se você tiver o dinheiro, a paciência, a vontade e toda informação necessária: pode dar você está pronto para abrir uma franquia –  ou pelo menos dar um ponta pé inicial.

Diana Morgado
Sobre o autor: Diana lidera o time de internacionalização do SmartBusinessPlan, a ferramenta que ajuda no sucesso de todos e em qualquer lugar do mundo. Dê uma olhada e teste agora seu plano de negócios.

Artigos relacionados

Que tal começar a escrever seu Plano de Negócios?
Teste SmartBusinessPlan hoje, grátis! Isso mesmo, sem custos.