Como formar uma boa equipe
Diana Morgado | novembro 16, 2015

Quando pensamos em empreendedorismo, associamos àquela imagem do lobo solitário. O fundador, o idealista em busca do seu grande objetivo. Sozinho. Mas, esse conceito está perto de acabar (ou deveria), pois hoje em dia para crescer e ser competitivo no mercado, é necessário um bom trabalho em equipe. Um time para crescer com você e com a sua empresa – inovando, melhorando, errando, reconhecendo – sendo parte da sua empresa de alma e coração.

Seja um time de 2, 10 ou 50 funcionários, é importante dividir as tarefas e ter um segundo par de olhos para os negócios.

Para garantir que você esteja up-to-date e envolvido em todos os setores do seu negócio, certifique-se que você é (e continua) sendo parte daquela equipe que construiu e não apenas o chefe. Alguns empresários possuem excelentes equipes, mas perdem potencial por deixar de fazer parte dela de maneira ativa. Ou seja, para alcançar a eficiência necessária, é preciso ser presente, ouvir, entender melhor sobre o tipo de funcionário que trabalha com você, o porquê um consegue ser mais ágil que o outro, qual o estilo de cada um. Assim, será possível guiar o trabalho do time com mais efetividade, construindo uma equipe bem-sucedida e em total harmonia.

Algumas características-chave para se procurar em pessoas que farão parte do time, como:

  • Alguém compromissado e apaixonado pelo que faz.
  • Aquele que é bom em solucionar problemas.
  • Aquele que tem ótimas estratégias.
  • Importante nos dias de hoje – alguém que conhece bem o mundo das redes sociais e Internet.
  • Aquele que expresse opiniões, mas que saiba a importância de ouvir.

Todos nós temos um pouco de cada, uns mais que outros. Por isso, a ideia é conhecer as características de cada um e ver qual tipo de trabalho é mais indicado para uma melhor performance na equipe.

Vamos lá…

1. Inovar e criar.

O inovador. Essa é a pessoa que vai se focar totalmente e com bastante perfeccionismo em todos projetos que você der para ele ou ela. E também, irá trazer todas as novas possibilidades possíveis até que todos (inclusive ele) estejam satisfeitos com o trabalho.

Cheio de novas ideias. Atualizado com o mundo da área que trabalha e de acordo com os últimos updates da Internet – esse tipo de pessoa irá procurar incansavelmente uma maneira de trazer melhores resultados a partir de novas ideias, testando o A e o B e provando qual funciona melhor.

2. Trabalhador-peão.

Peão nem sempre é pejorativo, acredite. Se você pensar num jogo de xadrez – quem faz a maior parte do trabalho? Isso mesmo, ele: o peão!

Isso vale para explicar esse tipo de pessoa no ambiente de trabalho, ele irá trabalhar incansavelmente até que tudo que foi pedido seja finalizado, mesmo que ele não esteja muito satisfeito com o processo ou com o resultado. Se o chefe estiver satisfeito, é isso que importa – fazer um bom trabalho e de acordo com o que foi pedido.

O trabalhador-peão, normalmente, fica mais confortável quando têm um conjunto de tarefas claras e alinhadas, para que possa fazer uma após a outra. Eles são um grande trunfo para o empresário, porque fazem todas as pequenas tarefas que normalmente desgastam o empresário, e também, ótimo em tarefas burocráticas e administrativas.

3. Tudo em harmonia

Esse tipo de pessoa é o que traz o ânimo para um dia corrido no escritório. Aquele que está sempre com um sorriso no rosto, pronto para conversar ou dar uma boa dica que ajudará tanto no trabalho quanto no pessoal.

Essa pessoa também é conhecida como apaixonada pelo que faz, o coração e alma da empresa. E pode ser um master em interação social, estando sempre alerta para qualquer conflito no ambiente de trabalho.

4. Trabalho 24/7 –  o Workaholic.

Compromisso implacável. Eles podem não ser os primeiros a chegar no escritório, mas serão sempre os que irão apagar a luz. O viciado em trabalho dá 110% da sua energia para a empresa e para seus projetos (e irão levar o trabalho para casa). Esse tipo de trabalhador é facilmente notado pelo foco intensificado no qual enfrentam suas tarefas.

Apesar de fazer todo o trabalho até o fim, eles são propensos a esquecer o seu bem-estar e vida pessoal. O famoso Workaholic tende a ficar extremamente estressado. Novos empreendedores, empresários, chefes, gerentes são os mais conhecidos por se encaixarem nesta categoria.

Todos em volta entendem que esse é o estilo de trabalho da pessoa, mas é necessário ter uma atenção a mais e ficar ligado para que esse tipo de funcionário ou empreendedor não se perca na própria adrenalina e correria de trabalho, perdendo a vida social e pessoal e só focando na vida profissional.

5. A calma em pessoa

Eles são o olho da tempestade em um escritório corrido. Nada quebra a calma e eles tendem a relaxar as pessoas ao seu redor.

O Zen-Master é normalmente um trabalhador experiente, que já viu de tudo. Tarefas são concluídas de forma precisa e ordenada. Durante uma crise, eles se tornam o ponto de ancoragem para a sua equipe e resolvem problemas com ação, calma e muitos conselhos.

Não se esqueça, os conhecidos Zen-Masters têm o tipo de conhecimento somente alcançado por anos e anos de experiência – e isso traz bastante conhecimento para a equipe.

6. Novato

Novas perspectivas. Os novos funcionários são geralmente vistos como um incômodo por alguns. Eles precisam de semanas de treinamento antes que possam realmente contribuir.

O que essas pessoas tendem a esquecer é que sangue novo também significa novas perspectivas e habilidades. Funcionários experientes estão tão acostumados com a rotina que acabam ignorando formas mais eficientes de fazer ou resolver algo. Os recém-chegados podem ser usados para desafiar as estruturas estabelecidas com entusiasmo sem limites.

Conclusão

Aqui, apresentamos de forma geral sobre alguns dos estereótipos. Acredite, todos irão se encontrar em algum deles. Na verdade, a maioria das pessoas se identificarão com 2 ou 3 dos estereótipos citados.

Todos nós carregamos partes desses estereótipos em nós mesmos. E isso não é necessariamente um ponto negativo, ao contrário, isso é o que faz parte da sua personalidade e de como você se desenvolve no ambiente de trabalho, diante a desafios, pressão, cobrança, atividades em geral da sua rotina profissional.

Para você como empreendedor, é importante encontrar equilíbrio em sua equipe. Todas as características citadas, para serem “encontradas” ou mesmo reconhecidas – não é nada fácil!

Peões e inovadores podem se ajudar em aumentar ou manter o foco.

Os harmonizadores do ambiente de trabalho podem ajudar os workaholics a se manterem mais saudáveis e felizes.

Se você não acha que você é o Mestre-Zen do time, encontre alguém que seja. Um funcionário experiente, com uma personalidade calma é o ponto central perfeito para a equipe.

Não mudar uma equipe ou sistema de trabalho é uma boa premissa, mas cuidado para não se prender ou se engessar no tempo. Ouça a novos funcionários. Eles podem ter perspectivas e insights que nem você ou sua equipe tinham considerado ainda.

Com um time criado, você pode seguir em frente como empresário bem-sucedido. Lembre-se: Ninguém é perfeito. Somente equipes são.

Diana Morgado
Sobre o autor: Diana lidera o time de internacionalização do SmartBusinessPlan, a ferramenta que ajuda no sucesso de todos e em qualquer lugar do mundo. Dê uma olhada e teste agora seu plano de negócios.

Artigos relacionados

Que tal começar a escrever seu Plano de Negócios?
Teste SmartBusinessPlan hoje, grátis! Isso mesmo, sem custos.