Como abrir uma empresa: Lojas Online.
Diana Morgado | dezembro 5, 2016

A internet é muito mais do que diversão, sites de notícias ou redes sociais. Um dos empreendimentos que mais cresceu foi o mercado online. É cada vez mais comum ver uma empresa já existente abrir uma loja online ou ser simplesmente uma loja online, sem um local físico.

Apesar de parecer um pouco mais fácil, abrir um negócio no mundo virtual possui diversas exigências, assim como qualquer empresa. É importante elaborar um plano de negócios, verificar qual o público-alvo e investir em estratégias de marketing. A empresa precisa ser totalmente formalizada.  A única diferença com relação a uma empresa física é que, em vez de procurar um local para atender seus clientes presencialmente, será necessário investir em um site ou plataforma para vender seu produto ou serviço e oferecer suporte aos seus clientes.

Veja o nosso passo-a-passo:

Estabeleça um site com foco no seu público-alvo:

Levando em consideração que você já possui um produto/serviço e a definição do seu público-alvo, é hora de decidir qual plataforma ou estrutura de website você precisará para suprir a necessidade dos seus clientes.

O foco é necessário para que você não caia na ideia de querer vender para todo mundo. Se você fizer isso, acabará concorrendo com os grandes websites. Isso não é específico para a internet, é uma regra de varejo, porém arriscar esse caminho parece mais fácil no mundo online.

Afinal, qual plataforma utilizar?

Isso depende do seu produto e do seu conhecimento com programação de websites. Caso você tenha conhecimento e queira programar seu próprio website, vá em frente! Existe também a opção de contratar esse tipo de serviço ou de se aventurar, aprender e montar seu website com a ajuda do WordPress, Magento ou Iluria.

Existem também os websites que já são plataformas de vendas de produto, como o Mercado Livre.

Não deixe de elaborar um plano de negócios!

Fazer um plano de negócios ainda entra como um dos pontos principais na hora de abrir uma empresa. É importante planejar antes de colocar em prática, só assim você terá controle e uma visão clara do seu negócio.

Abrindo uma empresa.

Se você estiver começando e o seu faturamento é até R$ 60 mil ao ano, é indicado se registrar como microempreendedor individual, também conhecido pela sigla MEI. Para ter toda a informação necessária, é só entrar do site Portal do Empreendedor. Além disso, o MEI é enquadrado no Simples Nacional, o que simplifica o processo na hora de fazer os impostos.

Para aqueles que faturam acima de R$60 mil ao ano, o caminho de abertura de uma empresa online é o mesmo para uma empresa tradicional. Isso significa que você precisará de um registro na Junta Comercial, na Receita Federal (CNPJ), na sua prefeitura e na Secretaria Estadual da Fazenda.

Veja aqui mais algumas informações burocráticas de como abrir uma empresa.

Dica: software para emissão de NFse para MEI

O mundo do marketing.

Assim como todas as outras etapas, essa é uma inevitável e que precisará de grande atenção. A etapa do marketing online pode ser bastante complicada e exigir investimento de tempo e dinheiro. Isso porque a internet é grande, grande demais. Além de “lutar” com a concorrência, é necessário posicionar seu website para que os seus clientes-alvo localizem seu website o mais rápido possível.

Investimento em marketing acaba sendo o investimento mais alto quando se decide abrir uma loja online, pois sem ele, é como se você abrisse uma loja no meio de um parque abandonado que só é possível chegar a pé depois de 3 horas de caminhada, por exemplo.

Os clientes precisam saber da sua existência. Por isso, invista em bom conteúdo para um bom posicionamento das suas palavras-chave, faça anúncios em redes sociais e divulgações em outros sites ou blogs relacionados ao seu produto/serviço.

Uma parceria estratégica, trocas de conteúdo para o website e localizar um website ou pessoa online que é influenciador nas redes sociais, por exemplo, são também ótimas estratégias.

Canais de atendimento.

Parece óbvio, mas não são todos que sabem o quão importante é ter um canal simples e rápido de atendimento ao cliente. Não somente para dúvidas, mas para elogios, reclamações e feedback.

O feedback do cliente é importante para a melhoria da própria loja online. Então, não perca tempo para criar o Facebook e Twitter da loja. Além de redes sociais divulgadoras, esses são dois canais bastante usados para contato com uma empresa.

Quanto mais, melhor.

Tipos de pagamento.

Eu sou fã número um de softwares facilitadores, como o Paypal e PagSeguro. Além deles serem rápidos e práticos para o comprador, são também para o dono da empresa.

Outras formas comuns e bastante aceitas de pagamento são: Cartão de crédito, boleto e transferência bancária.

Preparando a logística.

Logística é basicamente como o seu produto chegará ao cliente. Depende também do tamanho da sua empresa e da quantidade de produtos que precisará despachar diariamente. Ou até do tamanho e tipo do seu produto.

A principal forma de entrega é o serviço dos Correios. No website você encontra o software endereçador, ou seja, ele já cria a etiqueta para sua encomenda de acordo com os dados informados.

Se o volume de produtos for grande, é possível contratar um serviço de coleta. Todo o processo de coleta, envio e recebimento feito pelo correio é oferecido um serviço de rastreamento. Senão, é possível também contratar o serviço de empresas de logística.

Resumo:

A internet é um ótimo mercado para abrir uma empresa, possui diversas possibilidades mas pode ser complicada por ser tão “infinita”. Por isso, é importante prestar atenção nos mínimos detalhes para conseguir se destacar na multidão e alcançar seu público-alvo. Se mantenha organizado e focado em como oferecer a melhor experiência para o seu cliente, mesmo sem uma loja física.

Diana Morgado
Sobre o autor: Diana lidera o time de internacionalização do SmartBusinessPlan, a ferramenta que ajuda no sucesso de todos e em qualquer lugar do mundo. Dê uma olhada e teste agora seu plano de negócios.

Artigos relacionados

Que tal começar a escrever seu Plano de Negócios?
Teste SmartBusinessPlan hoje, grátis! Isso mesmo, sem custos.