Cinco coisas para se perguntar antes de estabelecer uma equipe
Diana Morgado | agosto 15, 2016

Fundar uma empresa sozinho não é algo exclusivo para empreendedores que possuem conhecimento em certa área. Mais e mais pessoas com ideias promissores de negócios iniciam sua carreira como empreendedor.

Empreendedores, sejam eles da área de finanças, moda ou tecnologia, etc. – dificilmente será possível cobrir todos os aspectos da rotina empresarial sozinho. Por isso, deve ser explorada a possibilidade de formar  uma equipe e potencializar seus negócios.

Antes de começar a olhar a equipe das suas Startups favoritas e o perfil das pessoas que fazem parte dela, tente primeiro focar em si próprio para traçar uma equipe que tenha a ver com você. É importante esboçar a própria ideia de uma boa equipe. Aqui estão cinco perguntas que vão ajudá-lo:

 

1. Quais são minhas habilidades?

Isso geralmente é uma questão importante e existencial.  Mas, em termos de fundação de equipe ela simplesmente pergunta: Quais habilidades e atributos eu quero levar para minha equipe?

  • O primeiro passo é definir seus próprios pontos fortes e suas fraquezas. É altamente recomendável se conhecer antes de gerenciar uma equipe.

Por exemplo: talvez você não seja o melhor no quesito inovação, mas é um bom líder. Sua estratégia, seus conhecimentos e seus hábitos terão que ser adaptados e otimizados ao longo do tempo.

Tenha em mente que seus “pontos fracos” não serão apontados como algo negativo, mas sim, servirão para localizar alguém com um perfil complementar ao seu.

 

homem e mulher fazendo acordo

2. Como será a minha equipe?

Para ter uma noção de quantas pessoas são necessárias, duas coisas precisam ser esclarecidas:

Em primeiro lugar, quais áreas de trabalho devem ser cobertas. Em segundo, a quantidade de tempo necessário para essas atividades. Calcule esses dois fatores para uma ideia mais próxima da realidade e você terá o resultado da quantidade necessária de pessoas na sua equipe.

Cuidado: Funcionários também são recursos. Um recurso bastante caro. Por isso, tenha tantos quanto necessário e tão pouco quanto possível – principalmente no início da sua empresa.

Que tal começar seu planejamento?

Faça seu cadastro ou login e comece agora!

3. Como organizar a equipe?

Com hierarquia ou sem, a escolha é toda sua! Mas lembre-se de deixar claramente definido qual a responsabilidade de cada um dentro da equipe.

Hierarquias, se clássicas ou não, devem ser definidas e principalmente comunicadas. Isso poupa o stress e previne mal-entendidos.

4. Por que alguém trabalharia para mim?

A relação entre chefes e funcionários mudou muito ao longo dos anos. As pessoas costumavam se conformar tendo um “emprego que não é tão bom mas paga”. Ou empregadores com um funcionário que “não é excelente mas faz o que peço”. Ambos diziam estar feliz, ou apenas na zona de conforto. Não que isso tenha acabado de vez, mas a concorrência e a exigência de responsabilidades cresceu bastante. Hoje em dia empresas se queixam de que não conseguem encontrar candidatos adequados. Profissionais de diversas áreas se queixam de fazer bem mais do que são pagos.

Os padrões subiram tanto para os candidatos quanto para os empregadores. Por isso, empreendedores acabam tendo que pagar mais para um funcionário com mais habilidades e as pessoas precisam se esforçar ainda mais na área profissional, adquirindo múltiplos conhecimentos para serem escolhidos entre seus concorrentes. Isso sem entrar em detalhes sobre a nova cena de Startups e Millennials.

Dê o foco para aquisição de trabalhadores com habilidades importantes para a vaga e com vontade de evoluir junto com a empresa, pois apesar de não possuir habilidades ele terá a vontade de aprender e ensinar.

grupo em estratégia

5. Qual é o plano de longo prazo?

Muitos líderes de equipes ignoram este ponto. Ter um plano para a equipe é de extrema importância. Fazendo isso, é possível traçar um plano de evolução dentro da empresa e ninguém terá problemas com a eficiência de processos pois estará sempre sendo revisada.

Esses são fatores devem ser incluídos também no seu plano de negócio. Deve ser estabelecido um tempo e uma meta para a que empresa e seus funcionários “evoluem”. Esses desenvolvimentos irão afetar a estrutura da equipe. É possível com o tempo verificar um forte crescimento nos departamentos que você poderá utilizar como um efeito multiplicador.

Os membros da equipe original, por exemplo, serão treinados como líderes da equipe. A experiência prática em áreas individuais tornará um funcionário ideal para liderar os departamentos maiores e compartilhar seus conhecimentos quando necessário.

Se, no entanto, não for necessário aumentar o número de pessoas na sua equipe, é possível investir tempo e dinheiro no desenvolvimento dos funcionários que já fazem parte da sua empresa. Assim, você pode otimizar a eficiência no trabalho sem ter que investir dinheiro em novos funcionários.

Conclusão

Um plano de equipe oferece, além de mão de obra qualificada para a sua empresa, uma grande vantagem sobre a sua concorrência. Por isso, dê atenção a esse capítulo no seu plano de negócios e faça um planejamento claro e realista sobre a sua equipe, parceiro ou futuros funcionários.

Diana Morgado
Sobre o autor: Diana lidera o time de internacionalização do SmartBusinessPlan, a ferramenta que ajuda no sucesso de todos e em qualquer lugar do mundo. Dê uma olhada e teste agora seu plano de negócios.

Artigos relacionados

Que tal começar a escrever seu Plano de Negócios?
Teste SmartBusinessPlan hoje, grátis! Isso mesmo, sem custos.