Centros de empreendedorismo: Estudando para empreender
Diana Morgado | outubro 14, 2016

Começa a ficar cada vez mais comum encontrarmos centros de empreendedorismo em universidades pelo Brasil. Essa é uma ação que teve a  iniciativa principalmente em faculdades ligadas aos cursos de gestão e se espalhou para diversas outras áreas, já que empreendedorismo está conectado com praticamente tudo, desde artes até novas tecnologias.

Surgiram então programas acadêmicos, incubadoras, núcleos inovadores e diversos locais com palestras sobre o assunto. A verdade é que a implementação de ideias inovadoras dentro do meio acadêmico está ganhando cada vez mais destaque.

O estímulo ao empreendedorismo em universidades é extremamente importante, pois existem diversas pessoas que já são microempreendedores ou que gostariam de ser, mas não possuem tanto conhecimento. A universidade é um ambiente com grande potencial de aumentar o interesse dessas pessoas e ensinar sobre empreendedorismo, ajudando-os desde a entender o que é empreender até o que precisa ser feito.

Atualmente, o Brasil tem mais de 300 empresas juniores espalhadas em 18 estados, informação dada pelo presidente executivo da Fundação Nacional de Qualidade (FNQ) Jairo Martins na entrevista para o website Instituto Millenium.

Aqui listamos algumas universidades e instituições como exemplo, com cursos e atividades na área de empreendedorismo:

  • Café com Startup: Clube de empreendedorismo da Universidade Federal do Ceará, que oferece palestras, bate-papos ou dinâmicas.
  • Núcleo de Empreendedorismo da UFRGS.
  • Centro de Empreendedorismo e Novos Negócios da FGV – com diversos projetos e oportunidades.
  • CEU – Centro de Empreendedorismo de Bauru – UNESP. Eles possuem palestras, competições, eventos de networking e produção de conteúdo.
  • CEU UNIFEI – Centro de Empreendedorismo que promove o comportamento, ação e gestão empreendedora.

 

Quais são os benefícios dessas iniciativas?

 

1. Conecta a vida universitária a casos reais de empreendedorismo.

Além de ensinar e promover o conhecimento sobre empreendedorismo e gestão em centros universitários focados para a área, é possível utilizar exemplos de empresas reais, fazer estudos de casos e levar a realidade para ainda mais perto dos alunos, além de ensinar alguns dos princípios básicos. Quando o aluno estuda o passado e o presente de uma determinada empresa, ele irá conhecer não somente a história de sucesso, mas também as ocasionais dificuldades operacionais que um empreendedor pode encontrar pelo caminho.

Além disso, é possível também ensinar sobre a forma de pensamento dos diversos tipos de gestores, analisar situações empresarias, avaliar alternativas no processo de decisão, verificar soluções para os possíveis problemas e observar o progresso de uma empresa.

 

2. Cria oportunidades para projetos inovadores

Muito comum na Europa e Estados Unidos e cada vez mais conhecido no Brasil são as competições de Plano de Negócios ou de Startups. E muitos desses cursos existem para preparar os alunos para um desses grandes momentos.

Simulações de plano de negócios ou de competições são extremamente construtivas pois preparam o aluno não somente na base teórica, mas também dão  experiência e uma ideia real de como se organizar, planejar e comportar em eventos como esses para alcançar os objetivos.

Empreendedorismo social também é um projeto bastante utilizado pois ajuda a promover uma corrente mais prática e inovadora em ações, para encorajar os alunos a debaterem processos de soluções para problemas sociais, por exemplo.

Quanto mais experiência e estudo, mais confiança na hora de empreender.

3. Impulsiona o empreendedorismo

Ao oferecer conhecimento, as universidades estarão impulsando o empreendedorismo. Muitos têm vontade de empreender, mas ainda não sabem por onde começar. De fato, empreender pode ser algo definitivamente difícil e desafiador de se fazer, mas não é nenhum bicho de 7 cabeças. Com preparação, organização e planejamento, muitas ideias inovadoras poderão sair do papel e ser transformadas em uma empresa de sucesso.

Por isso, aqui entra a grande parte das instituições de ensino: transformar vontades em pessoas capacitadas e preparadas. Um dos principais motivos pelo qual é criado empresas juniores ou centro de empreendedorismo é compartilhar informações e educar melhor sobre empreendedorismo.

Diana Morgado
Sobre o autor: Diana lidera o time de internacionalização do SmartBusinessPlan, a ferramenta que ajuda no sucesso de todos e em qualquer lugar do mundo. Dê uma olhada e teste agora seu plano de negócios.

Artigos relacionados

Que tal começar a escrever seu Plano de Negócios?
Teste SmartBusinessPlan hoje, grátis! Isso mesmo, sem custos.