5 medos que podem ser superados com o empreendedorismo.
Diana Morgado | junho 27, 2016

“Eu quero ser um empreendedor para ter liberdade”. Quantas vezes já não escutamos isso? E não está de forma alguma errado. Ter liberdade é um dos pontos positivos e atraentes que o empreendedorismo pode oferecer. A liberdade de trabalhar no que gosta e de receber o valor da renda de acordo com as horas trabalhadas, que você mesmo (a) definiu para os seus negócios é extremamente positivo.

Há muitas partes agradáveis na vida de um empreendedor, mas a vida não é um filme. Existem desafios e lutas que terão que ser enfrentados no meio do caminho do empreendedorismo. Estes desafios são especialmente difíceis quando você está começando um negócio.

O medo mantém muitas pessoas presas em um trabalho que odeia apenas porque o dinheiro é bom ou tudo está como “tem que ser” – clientes, alta posição ou ambiente de trabalho – mas se não é exatamente o que você quer fazer, só irá drenar diariamente sua energia. Se seu sonho é abrir seu próprio negócio e você tem as possibilidades, que tal vencer alguns medos para transformar esse sonho em realidade?

Os medos a serem superados são:

1. Perder o salário fixo.

Saber quando e quanto você receberá por mês dá um sentimento de segurança. Dependendo da fase do empreendimento, do tipo de produto ou serviço, a renda pode ser esporádica ou ter bruscas mudanças. Por isso, esse é um dos primeiros medos que muitos empreendedores poderão enfrentar.

Porém, tempos atuais nos mostram que segurança de que não perderemos o emprego está fora do jogo. E a lista de motivos pode ser enorme: desde crises financeiras até concorrentes na área.

Uma forma de evitar qualquer período de grande crise ou desespero é: tenha tudo planejado, incluindo um plano B. Você pode criar uma renda mais confiável do seu negócio com um plano. É necessário planejar como você ganhará dinheiro mensalmente. Tudo conta. Isso dará maior confiança para tomar a grande decisão de abrir mão do seu salário fixo.

 2. Como estruturar meu dia?

A questão sobre estruturar seu dia é importante. Ter liberdade e ser empreendedor não significa necessariamente não ter uma rotina. É importante ter foco e ser organizado. Isso vale bastante para os empreendedores que trabalharão de casa, ou seja, fazendo home-office.

Caso você não esteja preparado para abrir mão do emprego mas gostaria de dar início na estruturação de tempo para trabalhar em casa, reserve um período entre 1-3 horas. Isso ajudará a ter uma base para se acostumar com a ideia e rotina.

Seja você um empreendedor com uma loja/escritório ou não: tome cuidado para não desiquilibrar totalmente sua vida pessoal e profissional. Perseverança é importante, no começo poderão ser longas as horas de trabalho árduo, mas lembre-se de que é seu trabalho. Sua vida é formada de muito mais que apenas seu negócio.

Defina calendário realista para si mesmo, você pode ser ainda mais produtivo e equilibrado.

 3. O que a família e os amigos vão pensar?

A nossa sociedade tem sido treinada para acreditar nessa ideia do “sonho americano”. Este sonho é de terminar o ensino médio, ir para a faculdade e obter um diploma. Você deve, em seguida, obter um “bom emprego” e comprar uma casa. Embora a ideia desse sonho tenha mudado, a premissa geral permanece fortemente.

Muitos da sua família e amigos não entenderão esse desejo de empreender. E essa narrativa que “você não está seguindo o caminho correto” aparecerá na sua mente, além do medo de ser julgado ou falhar.

O melhor é mostrar com clareza que esse é seu objetivo e sonho. Que você fará de tudo para seguir pelo caminho que te faz feliz e não que simplesmente é conhecido como o “certo a ser feito”.

Que tal começar seu planejamento?

Faça seu cadastro ou login e comece agora!

 4. Falhas no passado.

Falhas não devem ser razões para impedir você de se tornar um empreendedor. Use qualquer fracasso como uma lição de vida para ajudar a evitar os mesmos erros. Se você falhou em iniciar ou crescer um negócio no passado, passe a borracha e comece novamente.

5. Falta de informação e negativismo.

Dúvidas, medos e ouvir pessoas que não entendem o que é empreendedorismo, mas mesmo assim jogam um balde de água fria na sua ideia são desnecessárias e só trazem opiniões negativas  cheia de falta de informação. E isso pode amplificar seu medo e convencê-lo a se contentar com uma vida que você não quer viver.

Conclusão

Superar medo é um processo. Alguns irão embora e novos poderão aparecer. Uma dica preciosa é: planejar e se organizar. Não conseguimos ver o futuro, mas é possível garantir maior confiança para apostar em algo novo.

É possível fazer uma análise honesta de quais são esses pensamentos ou fatores que estão te segurando e resolvê-los. Não deixe que medos impeçam você de alcançar o sucesso nos seus negócios.

Diana Morgado
Sobre o autor: Diana lidera o time de internacionalização do SmartBusinessPlan, a ferramenta que ajuda no sucesso de todos e em qualquer lugar do mundo. Dê uma olhada e teste agora seu plano de negócios.

Artigos relacionados

Que tal começar a escrever seu Plano de Negócios?
Teste SmartBusinessPlan hoje, grátis! Isso mesmo, sem custos.